Blog da ISA: Agora vai. Precisamos acordar!

O Palmeiras empatou ontem em uma partida sem gols,  zero a zero no placar, mas com um time envolvente, que mostrou os primeiros sinais de time treinado. O verdão chegou, em alguns momentos, a nos lembrar dos jogos de 2016, com o professor gritando na beirada do campo, o time dançava conforme o som de Cuca. O time ainda está atrás de consistência e principalmente estabilidade.

O verdão segurou a invencibilidade de 24 jogos no caldeirão, mas deixou a oportunidade de tirar um tabu de 11 anos, além de deixar para trás mais 2 pontos, que poderão fazer muita falta no final do campeonato.

Nosso treinador colocou o time em campo com o intuito de dar mais chances aos outros jogadores, sendo assim, sacou Jean, Felipe Melo e Zé Roberto. Borja não entrou como titular e o William entrou tentando fazer o papel de G33, sem sucesso. A entrada de Thiago Santos deu mais poder para a marcação. Apesar de não ser um ótimo jogador, não achei Mayke tão ruim, ele fez o básico e foi superior a Fabiano.

Não sobram duvidas de que o time foi melhor do primeiro ao ultimo apito, O CAM praticamente não atacou, enquanto nós, tivemos bons passes, chutes na trave e um pênalti perdido. O William decepcionou a torcida com o desperdício da oportunidade que mataria o jogo, como é que pode bater tão mal? Em uma entrevista, ele deixou o palestrino mais decepcionado e sem entender, será que bigode foi escolhido pelo cuca, e não quis recusar?

 “Eu não bati bem o pênalti. O Victor já me conhece muito bem. Eu perdi um pênalti contra ele pelo Cruzeiro, batendo no lado direito. Desta vez, mudei o canto, mas ele pegou de novo”, Disse o jogador alviverde.

A melhor oportunidade do atlético, veio de um erro do lateral Egídio.

O galo não incomodou no primeiro tempo, algumas vezes o incômodo vinha de cima, mas o Prass fez uma atuação segura, junto com o Mina.                                                                                                 

De qualquer maneira faltou alguma coisa para a vitória, seria Michel, Melo e Borja no primeiro tempo? Egídio é limitado, Tchê Tchê em má fase, e Wiliam não é atacante de área. Também não entendo o Roger Guedes de titular, não dá, ele parece que passa fome, quase engole a bola, corre com a cabeça baixa parece sem rumo, não consigo entender.

O melhor em campo foi o Keno, levou perigo para todas as chances do Palmeiras, fazendo jogadas na esquerda, só não comemorou o gol porque a bola parou no travessão.

O Palmeiras fez uma ótima partida, mas longe dos ideais para 2017. Talvez essa seja a hora de esquecer 2016 e ir para outro esquema tático, não temos substitutos para Moises e Gabriel Jesus. Se não reagirmos rápido o Brasileirão/17 pode começar a se tornar um objetivo distante para o torcedor, se o time não engatar uma sequencia de vitórias nesses próximos jogos, ficará difícil.

Mas a torcida tem que ficar junto ao time, pois estamos fortes na liberta, copa do Brasil e o BR/17 não pode se tornar um fator de pressão atrapalhando assim o desempenho do time.

De uma Palmeirense fanática, ariana arretada e Paulista de sangue,  Isabella Brignoli.

Ainda não se cadastrou no PORCO CHAT? Cadastre-se »